site de poesias coligidas de
F E R N A N D O   P E S S O A
http://www.fpessoa.com.ar

<<Voltar-Volver>>


Aguardo
Aguardo, equânime, o que não conheço —
Meu futuro e o de tudo.
No fim tudo será silêncio, salvo
Onde o mar banhar nada.
Aguardo, ecuánime, lo que no conozco —
Mi futuro y el de todo.
En el fin todo será silencio, salvo
Donde el mar nada baña.
Odes De Ricardo Reis
Ricardo Reis

©2005-01-04 by Sebastián Santisi, all rights reserved.


<<Voltar-Volver>>


www.fpessoa.com.ar