site de poesias coligidas de
F E R N A N D O   P E S S O A
http://www.fpessoa.com.ar

<<Voltar-Volver>>


Uma Após Uma
Uma após uma as ondas apressadas
Enrolam o seu verde movimento
E chiam a alva 'spuma
No moreno das praias.

Uma após uma as nuvens vagarosas
Rasgam o seu redondo movimento
E o sol aquece o 'spaço
Do ar entre as nuvens 'scassas.

Indiferente a mim e eu a ela,
A natureza deste dia calmo
Furta pouco ao meu senso
De se esvair o tempo.

Só uma vaga pena inconseqüente
Pára um momento à porta da minha alma
E após fitar-me um pouco
Passa, a sorrir de nada.
Una después de una las ondas presurosas
Enrollan su verde movimiento
Y chillan la alva 'spuma
En el moreno de las playas.

Una después de una las nubes vagarosas
Rasgan su redondo movimiento
Y el sol calienta el 'spacio
Del aire entre las nubes 'scasas.

Indiferente a mí y yo a ella,
La naturaleza de este día calmo
Hurta un poco a mi sentido
De disiparse el tiempo.

Sólo una vaga pena inconsecuente
Para un momento en la puerta de mi alma
Y después de mirarme un poco
Pasa, sonriendo por nada.
Odes De Ricardo Reis
Ricardo Reis

©2005-01-05 by Sebastián Santisi, all rights reserved.


<<Voltar-Volver>>


la-nutria.com.ar